As 3 Armas Mais Mortíferas – As 3 Bombas Mais Poderosas Da História

31 ago

Falar sobre a arma mais poderosa do mundo é algo muito relativo e delicado.
Vários fatores devem ser levados em consideração numa classificação como esta, como por exemplo, qual a finalidade da arma, qual categoria se enquadra… Para qual situação foi desenvolvida.

Fim do MundoNão há sombra de dúvidas que em termos de destruição em massa, as armas desenvolvidas para o uso em  guerra são de longe, as mais destrutivas e mais cruéis. E se hoje dentro desse contexto temos os tão temidos mísseis balísticos intercontinentais que transportam ogivas nucleares, á poucas décadas atrás tínhamos as BOMBAS NUCLEARES, que eram transportadas (Ou entregues, como diziam) em aviões bombardeiros.
Ainda que seja difícil para muitos acreditarem, essas velhas bombas, em poderio de destruição, eram (Pasme !) infinitamente superiores aos mísseis.
Alerta aos brucutús de plantão, antes de me descerem o pau – Evidentemente não estou falando da questão tática, já que certos mísseis conseguem “devolver á atmosfera” diversos artefatos nucleares simultaneamente em locais estratégicos, aumentando assim de forma notável a eficiência da arma em questão.

Logo, colocar pequenos artefatos nucleares em mísseis imunes á interceptação, se tornou com o passar do tempo, mais seguro, mais rápido e muito mais sensato.
Porém estes artefatos, seja por conta da limitação de peso de volume, ou ainda pelos critérios adotados atualmente na construção e uso controlado das armas nucleares, são muito menos destrutivos que as famigeradas bombas, cuja detonação causa um verdadeiro apocalipse por centenas de kilômetros ao redor, sem absolutamente nenhum controle do que deve ou não ser atingido.

Acerca destas tão devastadoras bombas, veja aqui e agora o ranking das 03 mais poderosas já desenvolvidas pelo ser humano. E nem pense que vai encontrar aqui a bomba de Hiroshima… Lamentavelmente aquilo era apenas a ponta do iceberg…

3o. Lugar – BOMBA-TESTE  TERMONUCLEAR CASTLE BRAVO (EUA)

Explosão Castle Bravo

Explosão da Bomba Castle Bravo - Foto tomada á centenas de kilômetros

A bomba-teste Castle Bravo, que foi desastrosamente testada em 1 de Março de 1954 tinha como propósito gerar uma explosão equivalente á  6 Megatons (6 milhões de toneladas de TNT).
Porém, uma reação não esperada e até então desconhecida na fusão do material atômico fez com que a Castle Bravo causasse uma explosão de 15 Megatons.
Após a detonação, houve uma assombrosa nuvem com 100 Km de altura e 40Km de diâmetro e cinzas nucleares chegaram á Índia, Austrália, Europa, Japão, EUA e Oceania.

Este malogro deu ao Castle Bravo o “respeitável”  3º. Lugar entre as mais mortíferas bombas já inventadas, muito embora tratava-se de um teste e, posteriormente o projeto final sofreu diversas alterações.

2o. Lugar – BOMBA TERMONUCLEAR B41 (EUA)

Bomba Nuclear B41

Bomba Nuclear B41 - Uma das principais armas nucleares americanas durante a fase mais delicada da Guerra Fria

Foi a mais poderosa bomba Nuclear já fabricada pelos Americanos. Foram fabricadas á partir de Setembro de 1960.
Teoricamente seu poder de detonação seria em torno de 25 Megatons de TNT. Com seu “baixo peso” de quase 5 toneladas, ainda é a melhor relação rendimento-peso de qualquer outra arma de guerra já desenvolvida.

No inicio dos anos 60, o EUA chegou á acumular nada menos que 500 dessas bombas, e elas estavam entre as principais armas que compunham a espinha dorsal do arsenal nuclear gringo durante os anos mais críticos da guerra fria. Em 1976 as últimas unidades foram desmontadas.

Oficialmente, esta bomba não foi testada. 2º. Lugar, merecido.

1o. Lugar – BOMBA DE HIDROGÊNIO TSAR BOMB (União Soviética)

Tsar Bomb
Tsar Bomb – Quando foi testada, diversos abalos sísmicos foram detectados por toda Europa

Foi construída e detonada em caráter experimental pela extinta União Soviética em 30 de Outubro de 1961, num local chamado NOVA ZEMBLA (Uma ilha do ártico).

O poder de detonação foi de “Apenas” 50 milhões de toneladas de dinamite (Isso mesmo, queridão) ou  50 Megatons.

Com suas 28 toneladas e 08 metros de comprimento,  essa bomba não podia ser transportada por um míssil balístico intercontinental sob a forma de ogiva. Foi lançada de um gigantesco avião TU-95 modificado para tal missão.

O poder de destruição da mesma impressiona (Mesmo) – Estatísticas apontam que seu poder de explosão equivaleu á TODOS os explosivos utilizados durante toda a segunda guerra mundial (Inclusive as duas bombas, a de Hiroshima e de Nagasaki ) multiplicados por dez !

E não para por aí –  A bola de fogo gerada pode ser vista á 1.000 Km de distância e a explosão eou estragos indiretos, além do deslocamento de ar  puderam ser sentidos á 1.000 Km também… Cara, isso é aproximadamente a distância entre São Paulo e Porto Alegre ! Indiscutivelmente, o 1º. Lugar, (Não que isso traga alguma honra…)

Algo tão destrutivo, merece mais algumas informações… Veja abaixo mais alguns DETALHES ESCABROSOS sobre a TSAR BOMB…

DETALHE ESCABROSO 1 – O ápice da liberação de energia (Processo de fisão-fusão) teria durado aproximadamente 39 nanosegundos. Nesta pequena fração de tempo, foi liberada cerca de  1% da energia que o SOL libera durante o mesmo tempo.

DETALHE ESCABROSO 2 – O projeto original desta maldita bomba seria 100 megatons, porém teve sua capacidade limitada pela metade  por temor de um apocalipse nuclear caso algo saísse errado durante o teste e também era notório que não haveria regresso para o avião que a transportaria até o alvo. No mais, os resíduos radioativos liberados por tão colossal explosão iriam se disseminar por todo quase todo o planeta.

DETALHE ESCABROSO 3  – Durante as fases mais agudas da Guerra Fria, a União Soviética chegou a admitir publicamente que possuía mais desses brinquedos … E com 100 Megatons, prontas para serem usadas á qualquer momento.

E claro, um VIDEOZINHO MEDONHO dessa mega-bomba… (Veja até o final – É a última bomba do Filme)

Crédito do vídeo: SiebenSX

Então, como costumo dizer, meus camaradas…
Coisas da Mãe-Rússia.

8 Respostas to “As 3 Armas Mais Mortíferas – As 3 Bombas Mais Poderosas Da História”

  1. gustavo 4 de julho de 2014 às 16:48 #

    Essas bombas só tem um proposito!.Exterminar,acho que deveria ter um proposito mais significativo …

  2. Aguinaldo O. Rocha 1 de janeiro de 2013 às 16:13 #

    Quando falamos do fim do mundo, se deve a armas dessa trágica proporção. Aí não tem dia nem hora, pode ser a qualquer momento. Aguinaldo

  3. Felipe 2012 11 de julho de 2012 às 14:48 #

    Muito legaw o post, parabens.
    e eu q achava que a bomba de hiroxima tinha sido a mais potente… 😦

  4. DE SACO CHEIO 31 de janeiro de 2012 às 20:13 #

    JOGA A TSAR NO PLANALTO

    • gustavo 4 de julho de 2014 às 16:49 #

      Iria destruir tudo ao seu redor em km.tinha que exterminar os corruptos mesmo de outra forma !!

  5. Renato Penna 3 de outubro de 2011 às 10:07 #

    Ó colega – Destruição não precisa ser gerenciada. Precisa é NÃO SER APLICADA. Armas atômicas são idiotices.

    E mais – Tem muito paizeko por aí q guardam várias dessas pérolas e a gente nem imagina…

  6. miolomole 30 de setembro de 2011 às 15:58 #

    A Tsar bomb é estúpidamente destrutiva, porém sem valor tático atualmente. Até mesmo a destruição precisa ser bem gerenciada.

  7. Justiceiro 19 de setembro de 2011 às 14:00 #

    Bom post, man. Essa história da Tzar Bomb é cabulosa.

Reaja ! Faça um Comentário !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: